Brasileiro faz um raio-x da nossa comunidade nos EUA

0
735

Álvaro Lima organiza estudo para mapear nossos conterrâneos na América

Quantos brasileiros vivem na América, onde vivemos e em que trabalhamos? Estas perguntas, que por muito tempo martelaram a cabeça de toda a comunidade e geraram todo o tipo especulação, começaram a ser respondidas de forma científica por Álvaro Lima, diretor de pesquisas da Prefeitura de Boston e um dos membros do Conselho Provisório de Representantes para a América do Norte na conferência ‘Brasileiros no Mundo’. O trabalho cruzou informações fornecidas pelo Banco de Desenvolvimento Interamericano sobre as remessas de dinheiro para o Brasil, com números do Censo e de estudos conduzidos pelo próprio autor, e o resultado representa a mais completa radiografia dos imigrantes do nosso país nos Estados Unidos, que se transformará no livro ‘Brasileiros na América’.

Pela compilação feita por Álvaro, que é economista de formação, com mestrado na New School for Social Research, foram cerca de 2,7 bilhões de dólares enviados dos EUA para o Brasil pelos nossos conterrâneos em 2006. “Isso me ajudou a concluir que nossa representatividade está entre 803 mil e 1,4 milhão em território americano, o que é um número bem diferente do estimado pelo Censo 2000, que contou 212.428 brasileiros vivendo no paíss Estados Unidos”, ressalta o pesquisador. Ele ressalta também que dados do American Community Survey de 2007 registraram um aumento de 61% na comunidade brasileira naquele ano (pulando para 342.463 representantes), mas ainda assim bem distantes da realidade, que pode ser pelo menos cinco vezes maior.

Como era esperado, a pesquisa constatou que está no estado de Massachusetts a maior concentração de brasileiros – 336 mil pessoas, ou 24% do total. A Flórida vem em seguida (280 mil, 20%), seguida por New Jersey (140 mil, 10%), Califórnia (126 mil, 9%) e New York (98 mil, 7%). Segundo Álvaro, é bem possível que estes números tenham sofrido uma ligeira alteração desde o início da crise financeira. “Muitos falam em êxodo dos imigrantes da América, mas o fenômeno mais significativo com a recessão foi a mudança de brasileiros de uma cidade para outra, aqui dentro dos EUA”, afirmou o pesquisador, lembrando o exemplo específico de New Orleans, que recebeu muita gente interessada nas oportunidades de trabalho na reconstrução das cidades pós-Katrina.

O trabalho de Álvaro será apresentado na II Conferência ‘Brasileiros no Mundo’, que acontecerá no Rio de Janeiro, em agosto deste ano, mais uma vez coordenada pelo Itamaraty. Lá serão discutidas questões que foram suscitadas pela pesquisa, entre elas as formas de transformar a representatividade brasileira – não apenas em população mas também em poder econômico – em influência política. Uma das causas para isso já foi apresentada no estudo: apenas 8,3% dos imigrantes brasileiros têm domínio da língua inglesa. “A representação política vem com dois fatores: dinheiro para organizar campanhas e networking. Infelizmente ainda não nos organizamos para chegar a este estágio”, acrescentou Álvaro.

Quem sabe, o estudo não é o primeiro passo para chegar ao objetivo – para obter uma cópia de ‘Brasileiros na América’, os interessados podem entrar em contato com o autor, pelo e-mail alvaroelima@gmail.com.

Reunião da Rede de Brasileiros

A Rede de Brasileiros na Flórida voltará a se reunir no próximo dia 6 de junho de 2009, sábado, de 10am ao meio-dia,  no Centro de Família da Primeira Igreja Batista Brasileira da Flórida. No encontro serão debatidos os assuntos iniciados na última reunião do grupo, inclusive um modelo de votação para a escolha dos representantes do Conselho de Cidadãos do Mundo – nomes estes que serão submetidos à organização da II Conferência das Comunidades Brasileiras no Exterior, no Rio de Janeiro, nos dias 27 e 28 de agosto de 2009. Todos os representantes de organizações da comunidade brasileira na Flórida estão convidados para a reunião e sua presença pode ser confirmada igreja@pibflorida.org, até 3 de junho. O Centro de Família fica no endereço 1103 NE 33rd St – Pompano Beach, Fl – 33064.