Brasileiro mata mulher e enteado em Massachusetts

0
2152

Motivo do crime seria a implicância do marido com a religião da esposa

O carpinteiro Jeremias Bins, de 30 anos, que morava em Framingham, Massachusetts, matou a esposa Carla Souza (37 anos) e o enteado Caíque Souza (11 anos) a golpes de martelo, na noite deste sábado (20), segundo conformaram os vizinhos e os policiais.

“Aparentemente, ele tinha ciúmes de sua dedicação à igreja”, disse Maurice Hiers, presidente da Igreja Mormón da cidade. “Sabíamos o que ela estava passando por causa do ciúme extremo que ele sentia pelo tempo em que ela ficava na igreja”, completou.

Os investigadores disseram que Jeremias Bins, natural de Rondônia, golpeou sua mulher, a baiana Carla Souza, e seu enteado Caíque, no terceiro andar de um apartamento no centro da cidade. Os policiais encontraram mãe e filho como vítimas de severos traumas nas cabeças, depois de Carla ter conseguido ligar para o 911 por volta das 11 da noite, confirmaram as autoridades.

Cerca de 90 minutos depois da polícia ter descoberto a cena dantesca, Bins, carregando nos braços seu filho Felipe, de cinco meses, tomou um táxi até o Departamento de Polícia de Framingham para se entregar, segundo os promotores de justiça. Ele será indiciado nesta segunda-feira (22) pelos dois homícidios na Corte Distrital de Framingham. Felipe é filho de Jeremias e Carla.

“Ele sempre teve um problema e ficava dizendo coisas como ‘Eu vou matá-la’, contou o irmão de Carla, Elvio Maia. “Ficava falando que iria levar o menino embora.”

Os líderes da igreja Mórmon disseram que Bins não aprovava as horas que Carla, uma faxineira, passava na igreja Mórmon no centro de Framingham. “Ele não gostava da religião dela”, afirmou Rosemary Ferreira, uma amiga da família.

A baiana Carla casou-se com Bins há dois anos. O filho do casal, Felipe, está sob custódia do Departamento de Serrviços Sociais, revelou uma porta-voz. Caíque era filho de outro casamento de Carla.