Brasileiro preso por invadir creche está arrependido

0
810

Após ter sido preso por invadir uma creche e manter refém uma criança na cidade de Somerville (MA), na manhã de 12 de maio, Sandro Corberlli, de 37 anos, natural de Alpercata (MG), foi transferido da penitenciária para o Bridgewater State Hospital. No domingo (14), ele recebeu a visita da equipe de reportagem do jornal Brazilian Times, durante a qual disse estar arrependido e, várias vezes, pediu perdão à comunidade brasileira. Demonstrando tranquilidade, Coberlli disse que estava sendo muito bem tratado no hospital, tomava medicamentos diariamente e que passou por várias avaliações psicológicas e psiquiátricas, que serão incluídas no caso. Ele é acusado de tentativa de sequestro de uma criança, agressão a um agente policial e invadir propriedade privada.

Ele revelou que sente muitas saudades de sua família e que o seu maior desejo é retornar ao Brasil. Na entrevista, ele também pediu desculpas à babá da creche e alegou ter estado “desorientado naquele momento”.

Corbelli disse que não tinha a intenção de ferir ninguém comentando que “eu não sei o que fiz e não sei porque eu fiz”. Durante o tempo em que está internado, ele disse que recebe regularmente a visita de apenas um amigo, um conterrâneo de Alpercata (MG), que “o deixa para cima e levanta o seu espírito”. A barreira do idioma também é um problema para o brasileiro, pois não há no hospital funcionários que falem português.

Corbelli disse a única coisa que se lembra é que quando chegou aos Estados Unidos sentiu muita saudade de sua família no Brasil. “Eu sou uma pessoa do bem, jamais fiz mal para uma pessoa e estou muito triste e arrependido. Peço desculpas a todos, inclusive à baby-sitter e a comunidade brasileira pelo erro cometido”, salienta.