Histórico

Brasileiros a trabalho podem ter acesso facilitado pela imigração dos EUA

Aprovados em seleção prévia serão liberados de controle de passaporte, mas medida depende de acordo de reciprocidade com governo brasileiro

DA REDAÇÃO COM INFORMAÇÕES DE O GLOBO – Uma medida pode facilitar a emissão de vistos americanos para brasileiros tornando mais ágil sua liberação. Isto é o que deseja a diplomacia dos Estados Unidos, conforme anúncio feito nesta segunda-feira (26), em São Paulo. A intenção é incluir o Brasil no programa Global Entry (Gep), que promete agilizar a passagem dos brasileiros a trabalho pela imigração e alfândega do país. De acordo com representantes dos EUA, os viajantes aprovados em uma seleção prévia de documentos não precisarão passar por filas de controles de passaporte na chegada a 20 aeroportos, entre eles os de Miami e de New York.

A implantação do projeto-piloto ainda depende de aprovação do governo brasileiro, porque a proposta dos Estados Unidos só será colocada em funcionamento se o Brasil conceder o mesmo benefício para os americanos que viajam para o país. Além disso, a Polícia Federal brasileira precisa aceitar colaborar com o programa.

Segundo a diplomacia dos EUA, o processo de emissão de vistos permanece o mesmo. A inclusão no programa só ocorre após o pretendente ter obtido o visto. Depois disto, o viajante deve solicitar a participação no programa. Os interessados deverão inscrever-se no sistema pela internet, pagar uma taxa de US$ 100 (válida por cinco anos) e aguardar uma resposta. A taxa não será restituída caso o visto seja negado.

Após o cadastro, a diplomacia americana fará a consulta do nome do viajante na Polícia Federal brasileira. Caso o nome consultado não tenha restrições, tais como antecedentes criminais, ele poderá participar do programa.

“Existe um grande interesse dos brasileiros para visitar os Estados Unidos e dos americanos em visitar o Brasil. Estamos tentando abrir as portas e facilitar essas visitas nas maneiras possíveis, dentro das leis do Brasil e das leis dos EUA”, afirmou o embaixador do país, Thomas Shannon, que participou da apresentação do programa.

A Missão Diplomática dos Estados Unidos no Brasil emitiu 944.868 vistos em 2011, o que representa um aumento de 51% em relação à demanda de 2010. Após anúncio da ampliação das equipes e das instalações consulares, os Estados Unidos avaliam que poderão processar até 1,8 milhão de vistos anualmente a partir de 2013.

Os EUA mantêm um programa de isenção de vistos com países europeus e alguns do continente asiático. Por enquanto, não há previsão para o Brasil integrar este grupo.