Brasileiros com estudos incompletos já podem fazer prova para certificação de ensino

0
1556

Jovens no exterior que queiram terminar os estudos no Brasil agora tem uma opção pela internet

da redação com ebc.br – Os brasileiros residentes do exterior que não tiveram oportunidade de concluir os estudos na idade apropriada podem se inscrever no período de 13 a 31 de março no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). As provas serão oferecidas em oito cidades do exterior, dando oportunidade aos brasileiros para obter certificado de conclusão do ensino fundamental ou médio.

A inscrição é gratuita e será feita exclusivamente em site pela internet (http://sistemasencceja2.inep.gov.br/exterior/). Podem se inscrever jovens e adultos que vivem no exterior. As provas serão feitas nas cidades de Ota, Hamamatsu e Nagóia, no Japão; Lisboa, em Portugal; Bruxelas, na Bélgica; Caiena, na Guiana Francesa; e Boston e San Francisco, nos Estados Unidos.

Para o exame do ensino fundamental é preciso ter a idade mínima de 15 anos, completados na data do exame. Para o ensino médio, a exigência é ter 18 anos completos na data de realização do exame.

No Japão, as provas do ensino fundamental serão aplicadas no dia 31 de maio e, para o médio, no dia 1º de junho. Em Portugal, na Bélgica, Guiana Francesa e nos Estados Unidos, os exames para o ensino fundamental ocorrem no dia 7 de junho e, para o médio, no dia 8 de junho. A aplicação do exame será feita pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em parceria com as representações diplomáticas do Brasil.

No edital publicado na edição do dia 6 de março do Diário Oficial da União

(http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=06/03/2014&jornal=3&pagina=28&totalArquivos=128) estão detalhadas as áreas de conhecimento das provas do Encceja 2014 e procedimentos para o candidato que precise solicitar atendimento diferenciado durante a aplicação da prova.

O Enceja é oferecido pelo Inep desde 2002 para jovens e adultos residentes no Brasil e no exterior que não tiveram oportunidade de concluir os estudos em idade própria. No Brasil, com a instituição do novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir de 2009, o Encceja Nacional passou a ser realizado visando à certificação apenas do ensino fundamental.