Brasileiros desistem de viajar para o exterior nas férias de verão

0
1059

Com dólar a R$2,60, turistas optam por destinos dentro do país

Da Redação com Estadão

“Brasileiros

A alta do dólar nos últimos meses fez com que os brasileiros repensassem o destino de sua viagem de férias de verão. A moeda americana está na casa dos R$ 2,60, maior cotação desde 2005.

De acordo com a Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav), os brasileiros estão mais cautelosos na hora de programar as viagens, independentemente do destino. Até o final de novembro, foram vendidos somente 70% dos pacotes para destinos internacionais e nacionais para o Natal e Réveillon. No mesmo período em 2013, os pacotes estavam esgotados.

De acordo com a Decolar.com, em 2013, os brasileiros compraram sua viagem de férias de verão com uma antecipação média de 60 dias. Em 2014, a média caiu para 41 dias. “Foi um ano instável. Tivemos um primeiro semestre bastante razoável, mas a Copa do Mundo atrapalhou muito e as eleições deram uma segurada, além do próprio cenário econômico”, diz o presidente da Abav Nacional, Antonio Azevedo. “Com isso tudo, houve um atraso nas reservas.”
Para o diretor executivo da TAM Viagens, Sylvio Ferraz, a escalada não desestimula os que já fecharam os pacotes que podem reduzir a quantidade de compras, por exemplo. “Já em relação a quem compra hoje, acredito que as pessoas estão esperando para ver onde o dólar vai”, diz.
A empresa brasileira CVC, famosa pela prática de preços acessíveis em seus pacotes de viagem, afirma que a procura de 40% entre os pacotes internacionais se manteve. A empresa afirma que utiliza formas de pagamento facilitadas, como a possibilidade de o cliente parcelar a viagem em até 10 vezes.

Novos destinos – Para fazer a viagem de férias caber no bolso, muitos brasileiros apostaram em outros destinos além de Nova York e Miami ou dos resorts do Nordeste. Na CVC, por exemplo, os primeiros pacotes esgotados para os feriados de fim de ano foram para Caldas Novas e Bonito. Na semana do Natal, por exemplo, quatro noites em Caldas Novas saiam 1.128 reais por pessoa; já oito noites em Bonito custavam 1.998 reais. 

Na Decolar.com, entre os destinos mais procurados para a época de festividades estão Belo Horizonte, Campo Grande, Curitiba e Brasília. “Muitas cidades que passaram por remodelação na Copa do Mundo ficaram mais atraentes aos olhos do consumidor, além de serem pacotes muito mais baratos”, diz Alípio Camanzano, diretor da empresa. Já no cenário internacional cresceu a demanda por Santiago, no Chile, por Lima, no Peru, e pelas praias caribenhas.