Brasileiros nos EUA poderão sacar FGTS e terão acesso a financiamentos da Caixa

0
671

Conselheiros do CRBE participaram de curso sobre política externa e consular em Brasília e voltaram com boas notícias para a comunidade dos EUA

A reunião dos 16 membros titulares do Conselho de Representantes de Brasileiros no Exterior (CRBE) com representantes do primeiro e segundo escalões do governo, realizada em Brasília entre 2 e 6 de maio, foi proveitosa. Além do curso sobre política externa e consular do qual participaram , os conselheiros especialmente os da América do Norte puderam voltar com boas notícias para a comunidade: uma delas é que os brasileiros que moram nos Estados Unidos poderão sacar o dinheiro depositado nas contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A reivindicação nasceu durante os debates das três conferências ‘Brasileiros no Mundo’ do Itamaraty. Outra vitória dos emigrantes brasileiros que vivem nos EUA é que a Caixa vai retomar a linha de financiamento habitacional para imóveis no Brasil.

Isso prova que o Conselho não está parado, afirmou Silair Almeida, um dos integrantes do CRBE. O grupo foi alvo de ataques, depois que a Revista Época publicou reportagem em que acusa a entidade representantiva das comunidades brasileiras pelo mundo de ter discutido apenas questões irrelevantes nos cerca de quatro meses de atuação. Até os próprios suplentes do CRBE fizeram críticas. Para dissipar as dúvidas sobre a importância e atuação do Conselho, foi elaborado neste encontro em Brasília o chamado ‘Plano de Ação para Implementação das demandas’, que vai nortear o trabalho do CRBE nos próximos dois anos de gestão.

Com relação ao saque do FGTS, a nedida já é uma realidade para os brasileiros que vivem no Japão, onde foi lançado um projeto piloto sobre o assunto. Agora, o benefício foi estendido a outros países, já que existe um termo de compromisso entre governo e Caixa Econômica Federal nesse sentido. Para tanto, o brasileiro que vive nos EUA, por exemplo, e não pode retornar ao país natal para retirar o dinheiro, poderá fazê-lo a partir da apresentação de documentos específicos, em qualquer dos consulados brasileiros por aqui o formulário está disponível no site da CEF www.caixa.gov.br.

Já em relação aos financiamentos, a Caixa garantiu que retomar esta linha de crédito de maneira mais efetiva, somente aqui nos Estados Unidos. Segundo a diretoria do banco, há muitos emigrantes interessados em comprar um imóvel no Brasil num prazo relativamente curto, seja porque pensam em voltar ou mesmo por investimento. O pedido do empréstimo deverá ser feito no site da Caixa e os critérios de concessão obedecerão o crédito que a pessoa tem aqui na América. Representantes da CEF e do governo visitarão a comunidade brasileira nos EUA para divulgar o serviço. Outros itens importantes do plano de ação dizem respeito a medidas na área de educação, assistência consular, saúde e direitos humanos.