Bruno Mazzeo em alta

0
657

Filho de Chico Anysio, ele confirma ter herdado o talento do pai

Por Tonia Elizabeth

Bruno Mazzeo foi um dos artistas mais assediados do último Brazilian Film Festival em Miami. Seu filme, “Cilada.com”, um dos mais concorridos. E os paparazzi ficaram loucos atrás da novidade: o namoro assumido com a também atriz Juliana Didone. Talento não lhe falta: ele escreve, produz, dirige e atua em muitas de suas obras. E participou do festival com dois filmes: o “Muita Calma Nessa Hora”, em que escreveu e fez uma pequena participação e o “Cilada.com”, como roteirista e protagonista.

Bruno fala sobre o festival: “Sucesso no festival? Ah, não sei falar” Fico muito feliz. Posso dizer isso Fico muito feliz, porque é sinal de que, de repente, ouviram falar não se O que eu acho mais legal neste festival é que ele mistura americanos, que não conhecem nossa cultura nem nada disso, com brasileiros que estão há muito tempo afastados da nossa cultura, não é?

Essa não é a primeira experiência internacional de Bruno. Ele foi apresentador, junto com Alinne Moraes, da categoria telenovelas no Emmy Internacional” o maior prêmio da televisão mundial.

Sobre o sucesso que faz não apenas como ator, mas como redator, roteirista, diretor, ele responde com cumplicidade: “Tudo não! Faço um pouquinho”.

Apesar dos seus 34 anos, Bruno Mazzeo de Oliveira Paula é um veterano. Começou a escrever “profissionalmente” aos 14 anos. Segundo ele, o que mais gosta de fazer é escrever mesmo. Filho do grande Chico Anysio com a atriz Alcione Mazzeo, ele começou como roteirista da TV Globo em 1991, na Escolinha do Professor Raimundo e não parou mais. Muitos não sabem que, antes da série Cilada, que o tornou mais visível para o grande público, Bruno foi roteirista de “Chico Total”, “Sai de Baixo”, e “A Diarista”, entre outros programas televisivos.
No teatro, também participou de várias peças como ator, autor, diretor e produtor; entre elas, “Meninas de Rua”, “Os Segredos do Pênis”, “Os Famosos Quem?”, “A Volta dos que Não Foram” e, mais recentemente, “As Alucinadas”.

Entre os projetos futuros, um novo filme a ser rodado em novembro: “E aí, comeu?”
O filme é baseado numa peça do Marcelo Rubens Paiva, escritor e jornalista, e autor de “Feliz Ano Velho”, que também virou filme. No “E aí, comeu?” Bruno vai produzir e protagonizar o novo trabalho com o primo, Marcos Palmeira.

Animado com a repercussão de seus trabalhos dentro e fora do festival e com a produção do novo filme, Bruno completa: Quem sabe não estamos aqui de novo no ano que vem?

Tomara!


Tonia Elizabeth é jornalista e também locutora. Atuou como produtora de companhias de publicidade e canais de televisão a cabo e satélite. Foi “hostess” do programa “Entertainment Tonight” por dois anos, na versão brasileira. É também cantora de Brazilian Jazz e gravou e fez shows com artistas consagrados.