Califórnia aprova lei que beneficia estudantes indocumentados

0
873

Anualmente nos EUA 650 mil estudantes indocumentados se formam na escola secundária e não podem ir para a universidade por falta de “papéis” e de recursos por não ter acesso a bolsas ou empréstimos

Após vários meses de debates, a Assembleia da Califórnia aprovou nesta sexta-feira uma lei parecida com o Dream Act que permitirá a milhares de estudantes indocumentados ter acesso a bolsas públicas para continuar os estudos universitários. Mas não lhes concederá status de permanência legal nos Estados Unidos.

A lei denominada “Lei do Sonho da Califórnia”, AB131, foi considerada como a mais abrangente até agora já aprovada no país. A iniciativa recebeu 45 votos a favor e 27 contra na câmara baixa e entrará em vigor quando for promulgada pelo governador democrata Jerry Brown.

A garantia aos estudantes indocumentados para ter acesso às bolsas privadas havia sido aprovada em julho. Agora foi votada a segunda parte do projeto que facilita o acesso às bolsas públicas a todos aqueles jovens sem papéis que foram trazidos para cá quando crianças.

A AB131 “nos converte no primeiro estado a oferecer um pacote de ajuda financeira pública e privada e estudo estadual mais completo”, disse Jorge Mario Cabrera, porta-voz da Coalizão de Los Angeles pelos Direitos Humanos dos Imigrantes (CHIRLA).

A AB131 “utiliza o abundante talento e esforço dos filhos de imigrantes que sempre viveram na Califórnia e reconhece que os imigrantes são valiosos. O investimento que os californianos fazem hoje para educar estes estudantes indocumentados que são tão americanos como qualquer outro californiano resultará em dividendos para nossas famílias em um futuro não muito distante”, disse Angelica Salas, diretora executiva da CHIRLA.