Califórnia oferece universidade a imigrantes, independente do status

0
571

Programa começa a valer a partir do próximo ano letivo

DA REDAÇÃO COM AP – Apesar de alguns estados terem dificultado para que os imigrantes sem permissão de permanência legal no país frequentem a universidade, um novo programa promete fazer o contrário.

O Centro de Pesquisa de Trabalho e Educação da Universidade da Califórnia, em Los Angeles (UCLA), e a Universidade Trabalhista Nacional (NLC), em Maryland, oferecerão a partir deste ano letivo cursos por internet a jovens imigrantes e ativistas dos direitos trabalhistas.

O projeto, que os organizadores chamam de Universidade Nacional Dream, é inspirado em um esforço realizado no ano passado na Geórgia para chegar aos imigrantes que não podiam entrar nas universidades e na recente decisão do presidente Barack Obama de oferecer autorizações de trabalho aos imigrantes jovens sem permissão para estar no país.

Alma Castrejón, coordenadora do projeto, indicou que serão aceitos cerca de 35 estudantes para que façam seis cursos sobre temas como história do trabalho e não violência e movimentos sociais.

As solicitações devem ser apresentadas antes de 5 de outubro.