Câmara aprova projeto ‘ficha limpa’

0
434

Proposta aprovada pelos deputados recebeu apoio de milhares de brasileiros e vai agora para o Senado

Finalmente, depois de uma novela que se arrastou por meses, os deputados aprovaram o projeto de lei que proíbe a candidatura de políticos condenados pela Justiça. A proposta, que ficou conhecida como ‘ficha limpa’, recebeu 388 votos favoráveis e apenas 1 contrário, dado pelo deputado Marcelo Melo (PMDB-GO), que depois se apressou em dizer que se equivocou na hora de apertar os botões. O projeto será encaminhado, agora, ao Senado.

Apresentada no ano passado por iniciativa popular com mais de 1,6 milhão de assinaturas, o texto original determinava que os políticos com ‘ficha suja’ na Justiça não poderiam se candidatar a cargos públicos por oito anos. Com isso, estarão inelegíveis quem cometeu crimes contra a economia popular, a fé pública, a administração pública e o patrimônio público, contra o patrimônio privado, o sistema financeiro, o meio ambiente, a saúde pública, o tráfico de entorpecentes, a redução à condição análoga à de escravo, contra a vida, entre outros delitos.