Capoeirista Mestre Branca

0
1656

Capoeirista Mestre Branca ajuda a divulgar a cultura brasileira

Carlos Wesley

O personagem do ‘Artistas da Comunidade’ nesta edição não pinta ou faz sucesso cantando, mas sua arte mistura dança e música, numa combinação que encanta pessoas de todo o mundo. Paulo Sérgio da Silva, ou simplesmente Mestre Branca, é o nome que vem à cabeça dos brasileiros aqui na Flórida quando o tema é a capoeira. Também pudera: radicado no país há 16 anos, este baiano de Salvador desenvolve uma importante atividade junto à comunidade local, divulgando a cultura brasileira na América através deste esporte/luta.

Ele vem de uma família de capoeiristas. O tio não esperou sequer que o garoto completasse oito anos para lhe ensinar os movimentos ágeis e ritmados oriundos da África, que hoje são praticados por irmãos, primos e cunhados. “Ainda adolescente eu já dava aulas de capoeira”, lembra Branca, hoje com 40 anos de idade. A tradição familiar, pelo visto, atingiu mais uma geração: seus filhos, Natalie (8 anos) e Nathan (4 anos), também são capoeiristas.

Desde que chegou aos Estados Unidos, Branca participa de exibições para um público que antes não conhecia a capoeira. Na década de 90, integrou o elenco do filme ‘Only the Strong’, que fez bastante sucesso, principalmente entre os adolescentes, e praticamente introduziu a ginga para os americanos. “Sempre vi a capoeira como um esporte que tem a capacidade de desenvolver disciplina, auto-defesa, flexibilidade e uma excelente atividade para manter qualquer um em forma”, explica Branca. Ele conta que seus alunos também conseguem desenvolver habilidades musicais, pois aprendem a tocar berimbau e outros instrumentos.

Atualmente ele está desenvolvendo um trabalho com a comunidade no North Broward Park.


Saiba um pouco mais sobre a capoeira

A capoeira surgiu entre os escravos africanos como um grito de liberdade. Os negros, especialmente de Angola, foram trazidos para o Brasil para trabalhar nas lavouras de cana de açúcar, de sol a sol. Ao chegarem à nova terra, depois de dias empilhados em navios negreiros, os escravos traziam como única bagagem suas tradições culturais e religiosas, suas danças e lutas guerreiras. Portanto, a capoeira foi criada como forma de libertação da tirania que lhes era imposta pela sua condição.

Instrumentos
O berimbau, instrumento de uma só corda composto por uma verga de madeira, arame, cabaça, chocalho e vaqueta, comanda a roda da capoeira. Os sons variam de acordo com a pressão do dobrão no arame. O berimbau é segurado com o dedo mínimo por debaixo do barbante que prende a cabaça ao arame pela mão esquerda. O dobrão fica entre o polegar e o indicador desta mesma mão. Com a mão direita o tocador deve segurar o caxixi e bater ritmicamente com a vaqueta contra o arame.

Benefícios
Como atividade física, a prática da capoeira envolve exercícios aeróbicos (que provocam o aumento de freqüência cardíaca e queima de gordura) e anaeróbicos (desenvolvimento muscular), proporcionando flexibilidade, força muscular e resistência física. Exige dos praticantes agilidade e velocidade nos movimentos, adquiridas com a prática e disciplina, além de concentração e observação.

Aulas
O curso ministrado por Mestre Branca no North Broward Park é voltado a crianças e adultos. As aulas são dadas de segunda a sexta-feira, às 5 pm (crianças), 6 pm (adolescentes) e 7 pm (adultos). Os interessados devem comparecer ao parque (na 4400 NE 18th Av., em Pompano Beach) e efetuar a inscrição. Informações pelo telefone (954) 588-6561.