Casal Hernandes faz acordo para evitar julgamento

0
508

Caso confessem que tentaram entrar no país com dólares não declarados e mentiram para justiça, casal fundador da Renascer pode evitar pena de 10 anos

Os advogados dos fundadores da Igreja Renascer, Estevam e Sonia Hernandes, fizeram acordo informal com a Justiça americana para que seus clientes assinem uma confissão de culpa criminal durante audiência na próxima segunda-feira, 11. Se de fato assinarem a declaração, os Hernandes sairão da audiência algemados e cumprirão pena de seis meses de prisão seguidos de seis meses de condicional.

O acordo foi proposto pelo procurador americano Richard Boscovich. Os advogados têm até o fim da semana para protocolar documentos que oficializam a disposição de levá-lo adiante.

Os Hernandes devem confessar que tentaram entrar no aeroporto de Miami com dólares não declarados e mentiram para as autoridades alfandegárias. Em troca da confissão, ficam dispensados de ir a julgamento no qual, pela legislação americana, poderiam ser condenados a até dez anos de prisão.

Os defensores do casal afirmaram que seus clientes topariam o acordo na tarde de segunda-feira, depois de serem avisados por Boscovich de que promotores brasileiros do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) deporiam em Miami.

Outra batalha
Após zerar contas com a Justiça americana, o casal terá outra batalha jurídica pela frente. Depois de cumprir pena nos EUA, eles serão enviados de volta ao Brasil por meio da deportação ou do cumprimento do pedido de extradição enviado pelo governo brasileiro. Em São Paulo, respondem a processo por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e estelionato – e chegaram a ter a prisão preventiva decretada.

O casal foi preso no dia 9 de janeiro no aeroporto de Miami depois de tentar passar na alfândega com US$ 56,5 mil, apesar de ter declarado apenas US$ 10 mil. Ficaram presos durante dez dias, pagaram fiança e conseguiram liberdade assistida. Entretanto, continuam monitorados pela polícia americana, por meio de tornozeleiras eletrônicas.