Casey Anthony absolvida

0
1250

O julgamento que paralisou os EUA terminou nesta terça-feira com um veredito surpreendente

Após 33 dias de depoimentos e quase 11 horas de deliberações, o júri determinou que Casey Anthony não era culpada do assassinato de sua filha Caylee, de apenas dois anos, ocorrido em 2008. Ela, no entanto, deve continuar presa por ter sido condenada pelo júri – formado por sete mulheres e cinco homens – em função de ter mentido às autoridades durante a investigação.

O juiz Belvin Perry, de Orlando, marcou uma audiência para amanhã, às 9 horas da manhã, para determinar a sentença relativa às quatro condenações de Casey Anthony. No total, a mulher de 25 anos foi julgada por sete crimes.

Ela foi absolvida das acusações de assassinato em primeiro grau, abuso infantil com agravantes e homicídio com agravantes contra um menor de idade. Eram acusações sérias que poderia resultar em prisão perpétua ou até mesmo em pena de morte.

Casey foi condenada em quatro instâncias por fornecer informações falsas a um policial durante a investigação de uma pessoa desaparecida. A punição para cada uma destas acusações é de um ano de prisão. No entanto, como Casey Anthony já está presa há três anos e meio, é provável que ela seja libertada em breve.