Casos de coqueluche crescem entre crianças do condado de Broward

0
460

Doença pode durar até três meses e ser muito grave para os bebês

Autoridades de saúde de Broward e Miami Dade estão alertando os moradores sobre uma crise de coqueluche (whopping cough in inglês) que atinge principalmente crianças. No ano passado, o condado de Broward registrou apenas um caso e Miami-Dade 32. Este ano, no entanto, em apenas seis meses, os números cresceram assustadoramente em Broward, até agora foram 26 casos informados assim como Miami.

Os números estaduais também estão aumentando e podem ultrapassar os registrados em anos anteriores. Em 2009, o Departamento Estadual de Saúde registrou o pior surto da doença, 497 casos. Em 2010, os números caíram para 328 e em 2011, 312. Este ano, apenas de 1o de janeiro até 7 de julho, 273 casos já foram notificados às autoridades. O estado de Washington declarou estado de emergência este ano com a epidemia de coqueluche, com 2.500 casos registrados contra 179 ano passado.

Médicos revelam que a coqueluche pode ser facilmente evitada com a vacinação. A vacina DTP é oferecida em cinco doses: aos 2, 4, 6 e 18 meses de idade , e a última dose entre 4 e 6 anos de idade.

Os casos podem ser confundidos com um resfriado comum, porém em casos extremos a tosse pode levar a pneumonia, ataque epilético e até morte. A doença, também conhecido como pertussis (nome em inglês) é contagiosa e se alastra quando o infectado tosse próximo a pessoas não infectadas. Para adolescentes e adultos, a doença pode ser apenas uma tosse comprida temporária, por cerca de três meses, mas o problema pode ser mais grave para crianças de até um ano. No caso dos bebês, a doença pode dificultar a respiração.

A vacina é obrigatória para todos os estudantes do condado de Broward e Miami-Dade, no entanto as leis americanas preveem isenção no casos de costumes religosos contrários à vacinação. Outro fator que está dificultando o controle da doença é o medo dos pais com possiveis efeitos colaterais da vacina. Dos 312 casos de coqueluche registrados na Florida ano passado, 54,5% das pessoas infectadas não foram vacinadas.