Casos de quebra de sigilo respingam na candidatura de Dilma

0
460

Ideia do PT é usar Lula como escudo contra críticas para garantir eleição no primeiro turno

Ninguém melhor do que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seus mais de 80% de popularidade entre a população brasileira para assumiu o papel de escudo da candidata Dilma Roussef, especialmente no tocante às críticas feitas pela oposição quanto aos casos de violação e acessos de sigilos fiscais de pessoas ligadas ao PSDB. O Tucano José Serra já está explorando o fato para minar a campanha do PT e espera, com isso, evitar a vitória da ex-ministra ainda no primeiro turno.

Lula já gravou um comentário num dos programas de Dilma, em que compara os ataques do PSDB a uma figurinha repetida. “Um candidato dispara nas pesquisas e aí começam as acusações sem provas. Dilma está sofrendo agora o que eu já sofri no passado”, diz Lula no comercial de televisão que começou a ser veiculado esta semana, acrescentando que o povo brasileiro está mais maduro e não vai se deixar enganar. “Dilma é honesta e competente”, afirma Lula.

A atitude do presidente contrariou alguns dos dirigentes petistas, que ainda preferiam aguardar a avaliação dos possíveis efeitos negativos do caso antes de partirem para uma ação mais concreta. Petistas acreditam que há chance de o episódio da violação dos sigilos prejudicar o desempenho eleitoral de Dilma, enquanto o PSDB aposta no contrário. Especialistas acham que há consequências para a campanha de Dilma, mas que nada que vá afetar o desempenho da petista nas pesquisas.