Cheiro de pizza no ar

0
452

Acusado de coordenar esquema de mensalão, Arruda consegue eleger aliado e deve escapar do impeachment

Um dos maiores escândalos políticos da história recente do Brasil deve acabar, mais uma vez, em pizza. O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, acusado de comandar o ‘mensalão dos Democratas’, conseguiu eleger um de seus aliados para a presidência da Câmara Legislativa do Distrito Federal. O deputado Wilson Lima , em seu primeiro ato, decidiu recorrer da decisão da Justiça que afastou os deputados distritais suspeitos de participação no esquema de propina.

Como já havia sinalizado que pretendia recorrer da determinação judicial, Lima foi eleito com facilidade. Entre os afastados estava o ex-presidente da Câmara, Leonardo Prudente, que renunciou ao cargo há poucos dias. Ele é o político flagrado em vídeo colocando dinheiro até nas meias. “Quero governar com imparcialidade e transparência”, afirmou o novo presidente da Câmara, que preferiu não comentar a sua posição em relação a um possível pedido de impeachment do governador. “Toda a crise passa”, disse um debochado Arruda.