Cidades americanas mais perigosas para dirigir

0
547

Ft. Lauderdale ganhou o título de mais perigosa e outras três cidades do estado ficaram na lista das 15 piores

Há muitas maneiras para se medir o perigo de se dirigir especificamente em uma cidade, mas esta lista usa as cidades com o maior número de mortes causados por veículos como parâmetro do nível de perigo. Cidades americanas com uma população acima de 150,000 habitantes foram consideradas, usando os dados mais recentes disponíveis sobre acidentes pelo Sistema de Relatório de Análise do Departamento Nacional de Segurança no Tráfego.

A região sul do país tem muitas cidades nesta lista. E a Flórida fica com o destaque negativo. Muitos criticam o grande número de idosos novaiorquinos nas ruas e avenidas do estado, outros jogam a culpa nos estrangeiros e turistas dirigindo num território pouco conhecidos, sem contar os estudantes que escolhem as cidades floridianas para curtir o spring break, onde se bebe muito e há pouca responsabilidade.

A campeã é Fort Lauderdale, com um índice de fatalidade de 22,39 para 100 mil habitantes, e 41 vítimas fatais. A cidade possui 183,126 habitantes. Em segundo lugar, ficou Orlando (230,519 habitantes), com uma média de fatalidade de 19,95 para 100 mil habitantes, e 46 mortes. Completam a lista floridiana, Jacksonvile, no 11º lugar, e St. Petersburg, na 12ª posição.

Apesar de não figurar na lista, Los Angeles contabiliza o total mais elevado das fatalidades registradas no trânsito: 293. A cidade mais perigosa para os pedestres, de acordo com os dados, é Pittsburgh, respondendo por mais de 50 por cento do total de vítimas.
A pesquisa revelou, ainda, que a cidade mais segura para se dirigir nos EUA é Arlington, na Vírginia, com 0,48 para 100 mil habitantes.