Clima eleitoral toma conta de Brasília

0
439

Dilma instiga oposição, que rebate acusando ministra de arrogante. E ainda estamos a um ano da eleição

A cerca de 11 meses das eleições e ainda sem a definição do principal candidato à presidente na oposição, o clima eleitoral já se instalou no país – e isso significa acusações, trocas de farpas e ironias. A ministra Dilma Rousseff, da Casa Civil, disse que os líderes do PSDB estão nervosos diante do volume de realizações do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No mesmo tom, o presidente do principal partido de oposição, senador Sérgio Guerra (PE), chamou a ministra de “arrogante”.

Dilma colocou lenha na fogueira ao dizer que o governo anterior – ou seja, de Fernando Henrique Cardoso – “perde de 400 a zero em relação à atual administração”. Para ela, é “patético” comparar o Bolsa Família, que pelos dados do Planalto tem 11 milhões de beneficiários, com qualquer programa da gestão de FHC. Na semana passada, Dilma já havia chamado a oposição de “patética e desconexa”.

As farpas da ministra não ficaram sem resposta. “A candidatura desta senhora ao Palácio do Planalto não anda, por isso ela tenta mostrar que existe. Dilma é arrogante, autoritária e não tem votos… Imagina se ela os tivesse”, reagiu Guerra, dizendo que a ministra vem adotando posturas orientadas pelos marqueteiros de sua campanha.