Clube dos 13 sofre racha

0
413

Além dos cariocas e outros times, Corinthians anuncia rompimento ainda mais radical com a entidade

Pelo menos 12 dos 20 times de futebol que integram o Clube dos 13 “entidade que congrega as equipes de maior torcida no país “vão negociar diretamente os direitos de televisão. Já anunciaram o desligamento os quatro grandes do Rio, além de Santos, Palmeiras, Vitória, Goiás, Cruzeiro, Coritiba e Grêmio. Atlético-PR, Bahia, Guarani, Sport, Atlético-MG, Portuguesa, São Paulo e Inter devem continuar do lado do Clube dos 13. A situação mais radical é a do Corinthians, pois o seu presidente, André Sanchez, solicitou a desfiliação do grupo, que existe desde 1987.

A negociação dos direitos de transmissão pela televisão dos jogos do Campeonato Brasileiro a partir de 2012 foi o estopim da crise. Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco decidiram conduzir eles mesmos a discussão de seus interesses, sem a intermediação do grupo. Em nota conjunta, os presidentes dos clubes do Rio admitem que não reconhecem mais “como adequada a forma pela qual, até aqui, o Clube dos 13 conduziu, perante seus associados, o projeto para o novo contrato de transmissão”.

As agremiações cariocas só não se desfiliaram do Clube dos 13 porque têm dívidas com a entidade e devem, juntos, cerca de 60 milhões de reais “ou seja, até setembro de 2011 não têm nada a receber de cota de TV porque ganharam antecipação. Este não é o caso do Corinthians, cujo desligamento do grupo se deu pela discordância em relação à forma de administração. Outros times devem seguir o exemplo, mas o presidente do Clube dos 13, Fábio Koff, não acredita que haverá uma debandada da entidade. “Não acredito em debandada. O que podemos fazer é uma assembleia com os insatisfeitos e conversar para chegarmos a um acordo”, acenou Koff.