Cobras gigantes assustam a Flórida

0
769

Agentes da Comissão de Conservação da Vida Selvagem do estado capturam 37 pítons

A Flórida está sendo invadida por gigantescas cobras píton. Só nos últimos quatro meses, os biólogos da Comissão de Conservação da Vida Selvagem tiveram que matar 37 destes animais na região, especialmente nos Everglades. O cientista Kenneth Krysko, herpetologista sênior no Museu de História Natural de Gainesville, definiu a situação como “um terrível pesadelo”, porque a espécie africana, que costuma ter seis metros de comprimento e é conhecido pelo mau gênio, fixaram residência no Estado.

As cobras são muito perigosas e são capazes de engolir até mesmo crocodilos. “As pítons africanas são tão malvadas que elas já saem do ovo atacando. Trata-se de um animal realmente malévolo”, afirma Krysko. De acordo com relatos dos agentes da Comissão, as cobras devoraram milhares de espécies de animais nativos dos Everglades.

Por isso, as autoridades da Flórida organizaram uma cruzada para encontrar as pítons no estado: de julho até outubro, foram capturadas 37 delas, já devidamente mortas. “O objetivo maior da missão era descobrir onde elas estão colocando os ovos e evitar que a expansão da espécie na Flórida”, disse Scott Hardin, especialista em animais exóticos.

Segundo ele, a quantidade destas cobras no sul da Flórida pode chegar à casa das dezenas de milhares. Cada fêmea pode colocar até 100 ovos de uma vez e as pítons se alimentam de pássaros, pequenos roedores e outras espécies nativas, causando um problema no equilíbrio natural do ecossistema.