Com empate, Cruzeiro coloca a mão na taça

0
701

Equipe brasileira vai decidir Copa Libertadores no Mineirão, na próxima quarta

O Brasil está bem perto de conquistar mais uma Copa Libertadores da América. Representante do país na finalíssima do torneio, o Cruzeiro arrancou um importante empate contra o Estudiantes da Argentina, na casa do adversário, nos primeiros 90 minutos da decisão. O campeão do torneio mais importante do continente sai na próxima quarta-feira e o jogo é no Mineirão – quem vencer leva a taça e o empate provoca prorrogação e, se for o caso, cobranças de pênaltis.

O Cruzeiro foi valente na Argentina. Mesmo com a pressão da torcida e a já conhecida catimba do time local, os comandados do técnico Adílson souberam administrar a partida. Mas não foi fácil, tanto que o melhor jogador em campo foi justamente o goleiro da Raposa, Fábio, que confirmou sua excelente fase. Somente na segunda etapa, a equipe brasileira encaixou bem alguns contra-ataques e por pouco não sai com um resultado ainda melhor. O Cruzeiro está em busca de seu terceiro título da competição continental (os outros foram em 1976 e 1997).

Ao final do combate, os pouco mais de 300 cruzeirenses que foram ao Estádio em La Plata comemoraram muito o empate, mas os atletas foram mais comedidos. “Ainda não ganhamos nada, trata-se de um jogo de 180 minutos e tudo pode acontecer”, ponderou Fábio. Do mesmo modo, o técnico Adílson disse na entrevista coletiva após o jogo que vai exigir do time concentração total nesta semana que antecede a grande final. “Não podemos perder o foco, até porque a equipe do Estudiantes é experiente e já mostrou que tem muita qualidade. É claro que temos a vantagem de jogar diante de nossa torcida, mas não podemos dar espaço para erros”, disse o comandante da Celeste.