Comemoração comedida na Copa

0
521

Fifa está de olho nas dancinhas e manifestações de fé no Mundial

A Fifa já pediu aos jogadores de futebol uma certa moderação na comemoração dos gols durante a Copa da África do Sul. Um comunicado já foi enviado às federações de futebol dos países que disputarão a competição, na tentativa de impedir que seus atletas festejem gols e vitórias com mensagens religiosas e dancinhas exageradas, por exemplo.

O Brasil é um dos times que mais preocupam a Fifa. O uso de mensagens escritas em camisetas por baixo do uniforme já é proibido, mas os atletas têm esperado o final da partida para rezar e exibir mensagens. Na final do Mundial de 2002, na Alemanha, os jogadores fizeram uma roda de oração no gramado, mas as autoridades esportivas conservadoras preferiram ignorar para não dar a impressão de cerceamento religioso.

Fomos comunicados sobre essa questão e todos os jogadores estão alertados, disse o diretor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva. Ele acrescentou que no grupo há católicos, evangélicos e espíritas. Vale lembrar que a Fifa vem enfrentando críticas por parte das seleções muçulmanas que querem que seus costumes sejam respeitados durante as Eliminatórias, alguns países tiveram de jogar durante o período de jejum da religião do profeta Maomé.

Com relação às dancinhas, moda lançada pelo atacante Robinho e seus companheiros do Santos, nada foi dito diretamente. Mesmo assim, a Fifa não vê com bons olhos tais manifestações exageradas nas comemorações dos gols. O ‘Rei das Pedaladas’, porém, afirmou que pretende ensaiar algumas coreografias com os companheiros, mas prometeu que não vai se empolgar muito, nem menosprezar os adversários.