Confiança no setor de construção dos EUA cai a menor nível em 15 anos

0
728

A confiança das empresas do setor de construção dos EUA caiu em três pontos, para 30 pontos neste mês

A confiança das empresas do setor de construção dos EUA caiu em três pontos, para 30 pontos neste mês, marcando o oitavo mês consecutivo de queda e o menor nível desde fevereiro de 1991, informou nesta segunda-feira a NAHB (Associação Nacional de Construtores Residenciais, na sigla em inglês).

O resultado de agosto, no entanto, foi revisto para cima –de 32 para 33 pontos.

O indicador de expectativas das construtoras para os próximos seis meses caiu quatro pontos, para 37 –mais um sinal de que a previsão para o setor é de continuação da atual tendência de perda de fôlego. O indicador de vendas atuais de novas casas caiu cinco pontos, para 32.

Indicadores abaixo dos 50 pontos indicam uma expectativa negativa de vendas.

O economista-chefe da NAHB, David Seiders, disse que os números dão a medida da saturação de oferta de novos imóveis e devem levar as construtoras a adotar medidas para diminuí-la, incluindo cortes em novos projetos.
Os potenciais compradores de novos imóveis não estão sendo atraídos por “incentivos substanciais”, o que faz da redução de preços uma medida mais freqüente, destacou o economista.

Seiders lembrou ainda que aumentou o número de cancelamentos de contratos de vendas.

O estoque de casas já construídas teve um aumento de 40% nos últimos 12 meses, para 3,86 milhões de unidades, segundo a Associação Nacional dos Corretores.

Seiders disse ao Congresso na semana passada que a criação de postos de trabalho e aumentos de salários podem dar apoio ao setor de construção de residências. Ele afirmou que os preços devem se manter estáveis nos próximos meses e uma queda já é uma “possibilidade considerável”.

“Os compradores estão adotando uma atitude cada vez mais cautelosa em suas expectativas de curto prazo para comprar novas casas”, concluiu.