Construção civil nos EUA registra crescimento

0
760

Atividade no setor teve alta de 22%, no primeiro avanço desde abril do ano passado

Uma excelente notícia, que enche de esperança o mercado: a construção de novas moradias nos Estados Unidos apresentou aumento em fevereiro, quando muitos especialistas apontavam queda no índice. Os dados divulgados pelo Departamento do Comércio americano representam uma dose de otimismo num país afetado pela recessão e por uma crise sem precedentes no setor imobiliário.
A atividade de construção de casas novas nos EUA subiu 22% em fevereiro, para uma taxa anualizada de 583 mil unidades – um salto de 106 mil em relação à marca de 477 mil moradias de janeiro. Os analistas acreditavam que o número não passaria de 450 mil no período. Trata-se da maior alta percentual do indicador desde janeiro de 1990 e o primeiro avanço desde abril do ano passado, quando houve uma alta de 1,6%. As requisições por permissão de construção aumentaram 3% em fevereiro.
O dinamismo na construção civil assegura o aumento nas vagas de trabalho e movimenta a economia de um modo geral. Mesmo assim, os economistas alertam que o aumento das atividades não deve ser valorizado ao extremo: “Isto não representa uma recuperação do setor”, advertiu Ian Sheperdson.