Correios podem parar de entregar em domicílio

0
734

CorreiosMilhões de americanos poderão não contar mais com a comodidade de ter sua correspondência entregue na porta de casa. O comitê de reformas governamentais da Câmara dos Deputados (Oversight and Government Reform Committee) aprovou na quarta-feira (21) um projeto recomendando que nos próximos dez anos o serviço postal americano converta 15 milhões de endereços para meios mais econômicos de entrega.

A bancada democrata foi contra o projeto apoiado pelos republicanos, com maioria na Câmara.

“Acho uma péssima ideia”, disse o deputado Stephen Lynch (D-Mass.). Outros parlamentares comentaram que o projeto não vai funcionar em áreas urbanas onde não espaço nas ruas para instalar caixas coletivas de correio. Pessoas com deficiências físicas poderão ser poupadas do esforço e manter suas caixas em domicílio, ou quem quiser poderá pagar pelo privilégio, o que alguns chamaram de “taxa de entrega”.

A conversão para caixas coletivas pode representar uma economia de $2 bilhões por ano, argumentam os defensores da medida. O tipo de entrega vai mudar para apenas 1% dos endereços em todo o país.

Os correios divulgaram um prejuízo de $1.9 bilhão no primeiro trimestre deste ano, apesar de vários cortes de custo. Uma das causas para o declínio do serviço é o crescente uso da Internet para pagamentos e mensagens..