Covid-19: Flórida registra primeira morte de imigrante sob custódia do ICE

Mexicano de 51 anos morreu após ser transferido do centro de detenção para um hospital em Palm Beach. Ele apresentava falta de ar e febre

0
1013
Centro de Detenção de Imigrantes em San Diego (Foto Freedom for Immigrants)
Centro de Detenção de Imigrantes em San Diego (Foto Freedom for Immigrants)

Onoval Perez-Montufa, de 51 anos, morreu neste domingo em um hospital do condado de Palm Beach. Ele era cidadão mexicano e se torna o primeiro imigrante sob custódia do ICE a morrer por coronavírus na Flórida.

Montufa foi removido do Centro de Detenção para o hospital em 1º de julho, após relatar falta de ar e febre. Ele testou positivo para o vírus no dia seguinte. 

Autoridades declararam o óbito às 16h27 deste domingo, 11 de julho, no Lakeside Medical Center, em Belle Glade. Os agentes do ICE se encarregaram de informar ao consulado mexicano e a família do imigrante.

Em comunicado divulgado na segunda-feira, o ICE informou que Perez-Montufa estava sujeito a “detenção obrigatória”, uma disposição da lei de imigração que geralmente exige a prisão de imigrantes não-cidadãos, mesmo portadores de green card, que foram condenados por certos crimes. Ele aguardava deportação.