CPI da Petrobras será instalada esta semana

0
436

Relatoria e presidência da comissão devem ficar com aliados do governo

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), vai instalar oficialmente na semana que vem a CPI da Petrobras naquela Casa Legislativa. Os nomes dos senadores que vão integrar a comissão já estão definidos e a presidência e a relatoria devem ficar mesmo com os aliados do governo, no caso o PT e o PMDB.

Sarney tem a prerrogativa de instalar a comissão para que os parlamentares comecem as investigações sobre suspeitas de irregularidades na estatal. O senador Romero Jucá (PMDB-RR) é cotado para assumir a relatoria dos trabalhos, enquanto a base governista deve escolher a senadora Ideli Salvatti (PT-SC) para a presidência da comissão. O PMDB e os partidos da base indicaram para a comissão parlamentares alinhados com o Palácio do Planalto. O objetivo é evitar arranhões na imagem da Petrobras em meio às investigações.

Como não há acordo entre governo e oposição para a escolha do presidente e do relator da CPI, a expectativa é que dois parlamentares da base aliada do governo sejam eleitos com facilidade para os dois cargos de comando da comissão. Dos 11 cargos de titulares da CPI, oito são de senadores da base aliada governista –contra três da oposição. Com maioria folgada na CPI, os governistas querem emplacar a presidência e a relatoria da comissão.

O DEM e o PSDB argumentam que, tradicionalmente, governo e oposição dividem na Casa o comando das CPIs. Os governistas, por outro lado, afirmam que não vão seguir a tradição uma vez que o PSDB descumpriu o acordo para suspender a instalação da CPI.