Cruzeiro registra maior público no Mineirão em jogos pelo Brasileiro

0
494

Quase 50 mil pessoas estiveram no Gigante da Pampulha contra o Botafogo

Os 46.167 torcedores que compareceram ao Mineirão na noite da última quarta-feira(18) fizeram parte do maior público do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro até o momento. Antes do encontro contra o Botafogo, o time celeste havia levado 37.466 diante do Flamengo, no último dia 8 de setembro.

Dentro e fora de campo, a torcida do Cruzeiro teve participação direta para o bom desempenho do time dentro de campo. Assim que chegou ao estádio, os jogadores estrelados foram recebidos por um ‘inferno azul’, com muitos sinalizadores e cantos de apoio ao time. No gramado, a equipe correspondeu, aplicou um indiscutível 3 a 0 diante do Botafogo e aumentou a vantagem na ponta da tabela para sete pontos.

“Isso é incrível. Eu só tenho que mandar um abraço muito grande para a nossa torcida que foi muito boa”, falou Júlio Baptista, após a partida no Mineirão.

A diferença também é sentida no bolso. Somente nesta quarta-feira, a partida contra o Botafogo rendeu R$ 2.337.530 de bilheteria. Contando com os outros jogos do clube no Mineirão, o departamento de marketing do Cruzeiro pretende encerrar o ano com cerca de R$30 milhões nos cofres apenas com vendas de ingressos.

A festa foi azul no Mineirão. Num jogão com clima de ‘final antecipada’, na noite desta quarta, o Cruzeiro pressionou muito desde o início e venceu o Botafogo, por 3 a 0, com um gol de Nilton e dois de Júlio Baptista, e disparou ainda mais na liderança. O Alvinegro bem que tentou conter o ímpeto dos donos da casa, mas não conseguiu furar o bloqueio da zaga mineira, em dia pouco inspirado do craque Seedorf, que ainda perdeu um pênalti, ao chutar para fora.

Com a oitava vitória consecutiva no Brasileirão, o time mineiro abriu sete pontos de diferença para o Glorioso. Na briga pelo título, a Raposa soma 49 contra 42 do Glorioso. A esperança do Alvinegro para não deixar o rival se distanciar ainda mais é a sequência de quatro jogos no Rio de Janeiro (Bahia, Ponte Preta, Fluminense e Grêmio).