Democratas unidos em torno de Obama

0
902

Primeiro dia da convenção teve a presença marcante do senador Robert Kennedy (foto), que apesar de doente fez questão de manifestar o apoio ao candidato do partido

Os democratas já estão reunidos em Denver para confirmarem, na convenção nacional de 2008 do partido, o nome de Barack Obama como candidato à presidência dos Estados Unidos nas eleições de novembro. O também senador Joseph Biden sera o companheiro de chapa.

O evento de quatro dias é semelhante a um show e a abertura mostrou isso. Na tarde desta Segunda-feira, o presidente do partido, Howard Dean, bateu o martelo para abrir a 45ª convenção democrata da história, mas a primeira que deve oficializar a candidatura de um negro ao cargo mais importante do mundo. “Durante esta convenção vamos mostrar a todos os americanos que precisamos de Barack Obama e de Joe Biden na Casa Branca”, disse Dean, ressaltando a força e a unidade do partido. “A América já percebeu que não podemos mais ter quatro anos do mesmo estilo de governo”, enfatizou.

Em um dos momentos mais emocionantes da abertura, o senador por Massachusetts Edward Kennedy, diagnosticado com câncer no cérebro e em tratamento de radio e quimioterapia, subiu ao palco para reiterar seu apoio ao candidato Barack Obama. Em um discurso vigoroso, para uma emocionada platéia, Ted Kennedy disse que o candidato democrata é a chave para se alcançar um “novo país”.

Outra estrela da festa foi a mulher do candidato, Michelle Obama, que contou a história de uma família típica americana. Numa convenção montada para ser um show de TV, Michelle estrelou como uma heroína do “sonho americano”, a fim de injetar nacionalismo nas credenciais do marido.