Deputados aprovam a revogação do Obama Care, a reforma da saúde

0
523

Uma das maiores vitórias da administração Obama, a reforma da saúde, foi rejeitada pela nova composição da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, que aprovou a revogação da reforma da saúde, por 245 votos a 189. A medida é simbólica, já que deve a mudança provavelmente será barrada no Senado, de maioria democrata.

Somente três deputados do partido de Obama votaram a favor da proposta, debatida menos de duas semanas da posse dos novos parlamentares. Para os republicanos, que assumiram o controle da Casa, o fato foi uma promessa de campanha, especialmente para os membros do movimento conservador ‘Tea Party’. Segundo eles, como o deputado Lamar Smith, do Texas, a polêmica reforma, chamada de ‘Obama Care’, “eliminou empregos e aumenta os custos dos planos de saúde”.

Este foi o mesmo comentário do novo presidente da Câmara, o republicano John Boehner. “A reforma do sistema de saúde atual apenas impediu o crescimento econômico do país e nem de perto contribuiu para reduzir os exorbitantes custos repassados à sociedade”. No Senado, os democratas já avisaram que não têm planos de debater a medida. No país, a população está dividida: 51% dos americanos apoiam a revogação da proposta.