Descobridor do HIV diz que vacina contra Aids ainda está longe

0
618

O cientista Robert Gallo, um dos descobridores do vírus da imunodeficiência humana (HIV), disse ontem que “ninguém pode assegurar quando uma vacina contra a Aids estará disponível”.

O virólogo americano, em entrevista ao canal de televisão Sky TG24, disse que só é possível falar de “prováveis vacinas”. “E todas ainda têm algum problema, nenhuma é perfeita”, acrescentou. A pesquisa sobre vacinas ainda é muito lenta. “Para fazer um experimento, às vezes são necessários dois anos”, destacou.

No entanto, Gallo explicou que, pela primeira vez em muitos anos, é possível ver um caminho até a vacina. “Há cinco anos não havia caminho algum.”

Quanto aos fundos para pesquisas sobre a doença, o cientista disse que, nos Estados Unidos, “há muito dinheiro disponível”, mas que seria necessário um programa a longo prazo.

Gallo está em Roma para participar de um congresso organizado pela Associação Italiana de Luta Contra a Aids, na ocasião do Dia Mundial de Combate ao HIV/Aids, celebrado em 1º de dezembro.