Distrito Escolar de Broward pode perder US$30 milhões

0
719

Com uma redução orçamentária de US$171 mihões, Broward pode desperdiçar mais US$30 milhões por causa de uma discussão com o sindicato dos professores

Para receber o dinheiro dos fundos federais, que seria disponibilizado num período de três anos, as duas partes precisam chegar a um acordo sobre o plano estadual de pagamento aos professores com base no desempenho ainda este mês. Mas cada um joga a culpa no outro.

O superintendente Jim Notter disse aos membros da diretoria que o distrito estava “no meio do caminho” para assegurar o dinheiro e está pronto para conversar.

Porém, o presidente do Sindicato dos Professores, Pat Santeramo, contra-argumentou ao dizer que o distrito está pronto para negociar, mas apenas em seus próprios termos. Os diretores do sindicato se recusaram a assinar o Race to the Top, como é chamado o fundo federal, sem primeiro resolver as negociações salariais dos professores. “E o distrito não concorda com isto”, afirmou Santeramo.

A Flórida ganhou cerca de US$700?milhões do Race to the Top para pagar por reformas educacionais em quatro anos, incluindo o desenvolvimento das ferramentas de avaliação e o fornecimento do pagamento por mérito para os professores. O condado de Broward está trabalhando no plano desde setembro, mas Santeramo disse que o sindicato não teve nenhuma informação a respeito.

Apesar da falta de acordo, os diretores do Diistrito Escolar do condado submeteram seus planos ao Estado em 1º de junho. E a Secretaria de Educação revisará o plano em uma semana. Entretanto, sem a aprovação do sindicato, Broward pode perder