DOLPHINS CORNER: Miami Dolphins nas mãos do técnico interino Todd Bowles

0
932

Quando o recém-apontado técnico interino Todd Bowles entrou no vestiário do Miami Dolphins nesta quarta-feira, ele enviou uma mensagem para seu time, breve e sucinta: Todd disse que todos seremos avaliados, falou Reggie Bush.

Ele encorajou os jogadores a ligar para o ex-técnico Tony Sparano e homenageá-lo. E aconselhou: Mantenham a cabeça erguida e continuem focados porque ainda temos um trabalho a ser feito. Foi curto, mas preciso, confirmou Tony McDaniel.

Vários jogadores descreveram o treino desta quarta-feira o primeiro desde a demissão de Tony Sparano como estranho. A voz reverberante e a onipresença de Sparano deixaram o campo de treinamento do Dolphins pela primeira vez desde que Cam Cameron estava à beira do gramado em 2007.

Bowles, de fala mais suave do que Sparano, não disse muito durante o treino de duas horas, de acordo com Bush. Antes de hoje, não tinha ouvido ele dizer mais do que duas palavras, comentou Bush. Não ter o técnico Sparano por perto foi estranho. Vários caras sentiram isto, porque ele é um cara legal e um bom treinador. Quero ganhar estes últimos três jogos e quero fazer isto pelo técnico Sparano, afirmou Bush.

Brian Hartline disse que quando caminhou no campo, foi um pouco diferente, um pouco estranho. Sem o técnico Sparano, me senti como se estivesse lá por minha conta.

Também soou um pouco estranho para Bowles, que passou a ocupar a sala que pertencia a seu antigo chefe. Um pouco estranho, admitiu. Sala maior, maior responsabilidade, maior cadeira para sentar.