Economia do Brasil em alta!

0
573

País teve colheita recorde de grãos e oleaginosas no ano passado, segundo o IBGE

Por: Dr. Joel Stewart

Primeiro, o Brasil obteve uma colheita recorde em 2011, de 159,9 milhões de toneladas de cereais, grão e oleaginosas e também registrou históricas exportações de produtos agropecuários, que totalizaram 94,590 bilhões de dólares (+24%), segundo dados oficiais do governo.

A colheita de 2011 representou um aumento de 6,9% sobre o recorde anterior de produção, de 2010, revela o último dado estimado no ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A área plantada no país aumentou 4,7% e totalizou 48,7 milhões de hectares, com 90% da produção concentrada em soja, milho e arroz. Para este ano, o IBGE prevê uma produção praticamente igual à de 2011, com 160,3 milhões de toneladas.

Mesmo assim, falei com executivos do Órgão de Fazendas na Flórida que divulgaram estarem os brasileiros comprando fazendas na Flórida, porque fica mais fácil produzir suco de laranja e outros produtos aqui nos EUA, do que exportar do Brasil para o Exterior.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação da cidade de São Paulo, abriu a primeira quadrissemana de janeiro com aceleração de 0,75%, ante taxa de 0,61% no fechamento de dezembro. Ao mesmo tempo, a Bolsa tem melhor nível desde julho com alta de 1,22% aos 59.805,96 pontos.

Terei uma reunião esta semana com economistas e advogados americanos para planejar uma série de viagens ao Brasil este ano para conversar com investidores que querem investir nos EUA e/ou no Brasil.

Conheci chineses brasileiros na semana passada em Miami Beach que estão muito bem em São Paulo, mas queriam saber sobre a maneira de plantar raízes na Flórida, principalmente para o benefício dos filhos, que pretendem estudar nos EUA.

Convidei o advogado americano, nascido na China, Dr. Jason Liu, de Tampa, para participar da reunião. Conversamos sobre a conexão Brasil-China-Flórida, um tema extremamente interessante!

Penso que futuramente nós todos deveríamos aprender a falar chinês, não é?