Economistas veem Brasil com inflação de 8,2% e dólar a R$ 3,25 em 2015

0
436

Economistas consultados pelo Banco Central subiram mais uma vez a projeção de inflação para este ano, de 8,13% para 8,2%, segundo dados divulgados na segunda-feira (6) pelo Banco Central (BC). O valor ultrapassa de longe a meta do governo, que é de 4,5% ao ano, com tolerância de dois pontos percentuais para mais ou para menos (ou seja, varia de 2,5% a 6,5%).

A projeção para a cotação do dólar até o fim do ano também teve uma alta significativa: os economistas agora preveem R$ 3,25 (na semana passada, esperavam R$ 3,20).

Para o PIB (Produto Interno Bruto), a previsão foi cortada pela 14ª semana seguida, indo de -1% para -1,01%.
A previsão para a Selic, a taxa básica de juros, foi mantida em 13,25%.

Semanalmente, o BC divulga um relatório de mercado conhecido como Boletim Focus, trazendo as apostas de economistas para os principais indicadores econômicos do país. Mais de 100 instituições são ouvidas e, excluindo os valores extremos, o BC calcula uma mediana das perspectivas do crescimento da economia (medido pelo Produto Interno Bruto, o PIB), perspectivas para a inflação e a taxa de câmbio, entre outros. Mediana apresenta o valor central de uma amostra de dados, desprezando os menores e os maiores valores.