Embaixador Patriota deixa Washington para assumir cargo em Brasília

0
578

Novo ocupante da embaixada brasileira nos EUA será Mauro Vieira

Mudanças no Itamaraty: o atual embaixador do Brasil em Washington, Antonio Patriota, será promovido à secretaria-geral do Ministério das Relações Exteriores, o segundo cargo de maior importância na Pasta. Em seu lugar, o governo brasileiro determinou que a embaixada brasileira nos Estados Unidos deverá ser ocupada pelo atual representante da repartição na Argentina, Mauro Vieira.

As mudanças na diplomacia brasileira vão ocorrer devido à aposentadoria do embaixador Samuel Pinheiro Guimarães, que vai completar este mês 70 anos, idade limite para permanência no serviço ativo da carreira diplomática. Ele esteve à frente da função nos últimos seis anos e dez meses e é apontado como uma das figuras mais controversas da diplomacia do governo Lula, exatamente por suas posições fortes e ideias antiquadas. Todas as alterações foram definidas pelo ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim.

Para analistas, a escolha por Patriota reforça a tendência do governo de levar mais juventude ao Itamaraty. No início de 2007, ele – mesmo sem experiência na condução de uma embaixada – foi escolhido para o posto mais importante e delicado da carreira, a representação do Brasil em Washington. Saiu-se bem, principalmente se for levado em conta o fato de que seu antecessor, Roberto Abdenur, afirmou na ocasião que a política externa do Brasil vinha sendo marcada por um tom antiamericano, o que causou um certo desconforto. O diplomata também já havia atuado como subsecretário de Assuntos Políticos do Itamaraty e como chefe de gabinete de Amorim.