Embaixadora diz que liberação de vistos para brasileiros só depende do governo

0
2698

Liliana Ayalde disse que o fato de o Brasil ter 96% dos pedidos concedidos já atende um dos requisitos exigidos pelo governo americano

Embaixadora Liliana Ayalde

DA REDAÇÃO (com Estadão) – A embaixadora norte-americana no Brasil, Liliana Ayalde, disse na quarta-feira (30) que a isenção de vistos de brasileiros para entrarem nos Estados Unidos e de norte-americanos para entrarem no Brasil depende do governo brasileiro. Ao jornal “O Estado de S.Paulo”, Liliana falou que o assunto voltou a ser discutido bilateralmente, mas que ainda há a necessidade de troca de informações prévias de passageiros entre os dois países, além de uma interação dos dois sistemas de controle de imigração, uma exigência de Washington.

“Vamos ver o que governo brasileiro apresenta. Estamos prontos para falar. Temos feito programas com outros governos e estamos prontos para fazer algum projeto piloto (com o Brasil). Mas vai depender das autoridades brasileiras”, disse.

Segundo ela, a discussão do assunto entre os dois governos ficou “in box” por ausência de “uma decisão política”. De acordo com a embaixadora, o fato de o Brasil ter 96% dos pedidos concedidos já atende um dos requisitos exigidos pelo governo dos Estados Unidos para isentar cidadãos daqui a apresentar o visto naquele país. Segundo a embaixadora, não passa de “mito” o medo que as pessoas têm de não conseguir o visto para os Estados Unidos. Ela ainda considerou que o processo para a concessão do documento avançou significativamente após a descentralização do atendimento.

“Há dois ou três anos, o processo era lento e poderia demorar 140 dias desde a solicitação até a entrega. Nesse momento, são dez dias, no máximo”, disse a embaixadora norte-americana Liliana Ayalde. Antes, a concessão era feita exclusivamente pela embaixada em Brasília e pelos consulados do Rio, São Paulo, Brasília e Recife.

Hoje, existem Centros de Atendimento ao Solicitante de Vistos (CASV) em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Brasília e Belo Horizonte, o que facilita o processo. O CASV é um centro contratado pelo governo americano para coletar dados biométricos de solicitantes de visto antes do comparecimento à seção consular. O local oferece serviços como: agendamento de entrevistas, oferecer informações a respeito da solicitação do visto e auxiliar o solicitante com as opções de entrega do passaporte.

Para 2016, está prevista a inauguração de dois novos Consulados para emissão de visto: em Belo Horizonte e Porto Alegre.