Embraer inaugura Centro de Engenharia e Tecnologia nos Estados Unidos

0
1268

Centro de tecnologia deverá gerar 200 postos de trabalho até 2016

DA REDAÇÃO

O Cônsul-Geral do Brasil em Miami, Hélio Vitor Ramos Filho, participou, no último dia 8, da cerimônia de inauguração do novo Centro de Engenharia e Tecnologia da Embraer nos Estados Unidos, localizado em Melbourne (FL). Segundo a companhia, a estrutura, que tem cerca de sete mil metros quadrados, é a primeira do tipo a ser construída fora do Brasil.

O espaço foi aberto nesta segunda-feira (8), em cerimônia que contou com a presença do presidente da Embraer, Frederico Fleury Curado, e o governador da Flórida, Rick Scott. Cerca de setenta engenheiros já haviam sido contratados pela Embraer e trabalhavam em uma estrutura temporária no aeroporto internacional de Melbourne. Com a finalização do novo centro, a Embraer espera aumentar o número de funcionários atuando no local para 200 até 2016.

Os profissionais irão se dedicar à criação de produtos e tecnologias para as linhas executivas da Embraer, com prioridade para o desenvolvimento e teste de materiais e componentes para o interior das aeronaves. “Com esse time de engenheiros de alta qualificação que irá trabalhar nestes escritórios e laboratórios, iremos trazer as mais avançadas soluções para nossos consumidores”, afirmou Fleury durante o evento.

O executivo disse também que a inauguração do centro é um modo de reafirmar o relacionamento de longa data com o Estado da Flórida e a comunidade de Brevard, condado em que Melbourne está localizada. “O compromisso da Embraer com a Flórida e a criação de 200 empregos irá ajudar nossas famílias a voltar ao trabalho e a viver o sonho americano”, afirmou Scott, o governador do Estado. A Embraer, terceira maior fabricante de aviões comerciais do mundo, celebra neste mês 35 anos de atuação na América do Norte. Neste mês, a Embraer completa 35 anos de atuação na América do Norte.

No final de agosto, a Embraer informou ter assinado contrato com a Japan Airlines para um pedido de 15 jatos comerciais E-jets nos modelos E170 e E190, além de doze aeronaves da família de E-Jets. O valor do pedido é de $677 milhões, com base no preço de lista de 2014, informou a companhia em comunicado. A entrega dos novos E-Jets, que deve começar em 2015, se somará aos 15 jatos E170 que a Japan Airlines já opera atualmente.

O novo centro encontra-se dentro do complexo industrial montado pela companhia brasileira nos arredores do aeroporto de Melbourne. O conjunto de prédios compreende uma fábrica de jatos executivos, além de centros de manutenção e de atendimento ao cliente. Apenas em Melbourne, a Embraer hoje emprega cerca de 600 funcionários.

Além de sofisticados laboratórios e equipamentos de teste, o edifício de tecnologia conta com centro de dinâmica de fluidos, simuladores de realidade virtual em 3D e maquinário para a elaboração de protótipos a serem instalados nos aviões da empresa.