Empresariado cobra ampla reforma imigratória

0
761

Pelo menos seis estados já contam com leis similares à do Arizona e outros 28 podem iniciar debates similares durante a legislatura de 2012. E 17 estados possuem leis obrigando os empresários a utilizar o E-Verify.

É uma situação bastante dinâmica e volátil, disse Tamar Jacoby, presidente do ImigrationWorks durante un evento com líderes de vários estados em Washington. O grupo empresarial presidido por Jacoby declarou-se a favor de uma reforma imigratória justa.

Nos últimos seis anos, o Congresso debateu, sem sucesso, propostas que vão desde a criminalização da estadia indocumentada (que inclui deportações maciças) até vias de legalização regulamentada, mas a falta de apoio bipartidário truncou as iniciativas.

O rechaço motivou os estados a aprovar suas próprias leis. Arizona, Alabama, Carolina do Sul, Indiana, Geórgia e Utah dispõem de medidas similares à SB1070, embora as partes mais polêmicas encontrem-se suspensas temporariamente pelas cortes federais que estão analisando os apelos das organizações de direitos civis.

Jacoby afirmou que a ausência de uma reforma imigratória empurrou os estados para a busca de soluções em relação ao problema da imigração indocumentada, mas insistiu que as soluções apresentadas até agora não são as adequadas.