Engenheiros criam simulação de atentado de 11/9

0
1007

Os pesquisadores estão analisando quantas colunas foram destruídas inicialmente no núcleo do edifício

Pesquisadores da Universidade Purdue criaram uma simulação que usa princípios científicos para estudar, em detalhes, o que provavelmente aconteceu quando um jato comercial se chocou com a torre norte do World Trade Center em 2001. A simulação poderá ser usada para compreender melhor quais elementos no núcleo estruturas do prédio foram afetados, como responderam ao choque inicial da colisão e como a torre caiu em seguida, por conta do incêndio provocado pela queima de um total estimado em 40.000 litros de combustível de avião.

Foram necessárias cerca de 80 horas de um computador de alta performance para produzir a primeira simulação, que mostra como o avião atravessou diversos andares da estrutura em meio segundo, diz o co-diretor do Instituto de Pesquisa da Computação de Purdue, Christoph M. Hoffmann. “Nos próximos meses, exploraremos como a estrutura reagiu ao calor extremo do fogo que levou ao desmoronamento, e refinaremos a apresentação visual”.

Os pesquisadores estão analisando quantas colunas foram destruídas inicialmente no núcleo do edifício, uma espinha de 47 vigas de aço que passavam pelo centro da estrutura, diz o professor de Engenharia Estrutural Mete Sozen.

A simulação é financiada pela Fundação Nacional de Ciência dos EUA, e espera-se que o trabalho ajude cientistas e engenheiros a entender situações e fenômenos que não podem ser estudados de outro modo, desde o projeto de prédios mais seguros à criação de novos remédios.