Escola de aviação oferece projeto inovador no treinamento de pilotos

0
8507

Projeto é mantido pelos pilotos brasileiros Isaac e Mauricio Kelmann

DA REDAÇÃO (JOSELINA REIS)

Escola de aviação oferece projeto inovador no treinamento de pilotosA carreira na área de aviação está em grande demanda pelo mundo, principalmente na Europa e Oriente Médio. De olho nesse mercado, que exige ao mesmo tempo qualidade e trabalhadores altamente treinados, dois pilotos brasileiros resolveram investir e abrir uma escola de pilotos na Flórida. A cidade escolhida foi Lakeland (FL), localizada a 20 minutos de Tampa e 40 minutos de Orlando. “Escolhemos Lakeland pelas condições meteorológicas, que são excelentes para o treinamento”, conta Mauricio Kelmann, sócio da escola KingSky.

Mauricio, que trabalha há quase vinte anos no ramo de aviação, conta que a demanda de empregos no Brasil e no mundo está aquecida. “Empresas do leste Europeu, Ásia e Emirados Árabes vão constantemente ao Brasil à procura de pilotos oferecendo pacotes irrecusáveis”, lembra.

Além de oferecer o curso na escola que abriu ao lado do pai, Isaac Kelmann (instrutor de simulador de voo na PAN AM Flight Academy e na Boeing Training Center), o empresário ainda oferece orientação e acompanhamento da carreira profissional. “Temos também muito conhecimento no mundo da aviação e acesso às maiores empresas de aviação no Brasil e no mundo, com isso pretendemos encaminhar nossos alunos para essas empresas assim que formados”.

AcheiUSA: Quando foi criada a KingSky?
Mauricio Kelmann: A escola entrou em funcionamento em março de 2014.

AU: Porque escolheram a Flórida?
MK: O aeroporto de Lakeland, o Lakeland Linder Regional Airport, onde é baseada nossa escola, é sede de uma das maiores feiras de aviação do mundo a Sun ‘n Fun. O aeroporto também provém de Torre de Controle e vários auxílios a aproximação de voos por instrumentos, o que é um grande benefício para nossos alunos.

AU: Qual o diferencial da sua escola?
MK: Somos donos das nossas aeronaves e enfatizamos um estrito controle de manutenção das aeronaves, tornando-as extremamente seguras. Oferecemos também hospedagem em uma casa nova a três milhas do aeroporto, também de nossa propriedade. Além disso, nos EUA você tem mais estrutura, os aviões normalmente são mais novos e equipados, os auxílios para o treinamento são mais acessíveis e mais modernos. Também decidimos oferecer um pacote de treinamento, com isso é possível fazer todos os cursos em um só lugar. O piloto também tem a oportunidade de aprender inglês, que é um requisito essencial no mundo da aviação.

AU: Qual a capacidade de sua escola?
MK: Nosso produto é bem especializado e damos atenção individualizada, por isso optamos por manter uma máximo de 8 alunos neste ano. Começamos em março e já temos 6 alunos. A procura tem sido grande. Pretendemos aumentar nossa capacidade para o ano que vem, porém faremos de forma cautelosa, para não perder qualidade.

AU: Qual o tempo de duração do curso?
MK: O curso leva de 8 a 14 meses. O piloto entra sem nenhuma experiência e sai com a carteira de piloto comercial e multi-motor.

AU: Quais os tipos de aviões disponíveis na KingSky?
MK: Os aviões são todos da Piper, um dois maiores e confiáveis fabricantes de avião do mundo. Decidimos manter toda nossa frota padronizada para facilitar a transição de aviões por nossos alunos. Oferecemos os cursos de Piloto Privado, Piloto Comercial, IFR, Multi-motor, Instrutor de voo, Jet Training, curso de inglês para aviação e curso preparatório para o exame de inglês da ICAO.

AU: Quais são os preços dos cursos?
MK: Os cursos variam de $950, como nosso curso de duas semanas de inglês para aviação, até aproximadamente $45.000.

AU: Quanto tempo levou o projeto de montar a escola?
MK: Idealizamos esse projeto uma vida toda, porém demos início ao projeto no final de 2011 e iniciamos nossas operações em março de 2014, com um investimento total de $1.500.000,00.

MAIS INFORMAÇÕES:

www.kingskyfa.com

www.facebook.com/kingskyfa