Escolas da Flórida pensam em abolir refrigerante

0
483

Ideia é oferecer aos alunos somente água, leite e sucos para combater obesidade infantil. Proposta serás analisada em 2010

Se depender da vontade de um dos membros do conselho de educação da Flórida, as escolas públicas do estado vão restringir a venda de refrigerante em suas cantinas. Para John Padget, o ideal seria que as instituições disponibilizassem apenas bebidas saudáveis, como água, leite e sucos. “Este seria um passo importante para combater a obesidade infantil”, disse o educador, que vai colocar o assunto na pauta da reunião do conselho, em janeiro de 2010.

A iniciativa já vem sendo adotada em outras regiões, desde que a Fundação do ex-presidente Bill Clinton abordou o tema. Pela recomendação, high schools poderiam oferecer também refrigerantes dietéticos e bebidas isotônicas.

Apesar de concordar com o empenho de Padget para reduzir a obesidade entre os alunos, outros membros do conselho não estão confortáveis com o fato de o governo regular a vida dos cidadãos. O médico Akshay Desai, por exemplo, não acha que o conselho possa interferir nessa questão. Roberto Martinez, por sua vez, destacou que no passado houve tentativas semelhantes, mas o lobby da indústria foi forte.