Escolas em Broward vão contratar 650 professores

0
537

As escolas vão promover uma feira de contratação no dia 6 de agosto para os que se cadastrarem online

As escolas públicas do condado de Broward vão contratar 650 professores para o próximo ano letivo 2012-2013. A notícia surpreendeu até mesmos os professores que já atuam nas escolas no condado. Ano passado mais de mil professores foram demitidos e algumas disciplinas escolares cortadas do curriculum como música, arte e educação fisica. A reviravolta, segudo o Broward School Board (Conselho de Diretores do Sistema Educacional em Broward) seria o resultado de mudanças fiscais impostas na administração escolar.

Os interessados nas vagas devem fazer a inscrição no site www.browardschools.com. Eles vão receber um email convidando a participar de Broward School Job Far (Feira de Trabalho) que será realizada no dia 6 de agosto em Fort Lauderdale.

As mudanças que teriam permitido as novas contratações foram realizadas em várias áreas do setor. Os cortes foram dos mais diversos como, por exemplo, a reestruturação de linhas de ônibus escolar, corte nas horas extras e aluguel de pneus ao invés de compra. Só no setor de transporte o corte trouxe $14 milhões a mais para os cofres escolares.

Recentemente, o School Board anunciou que o governo do Estado planeja cortar o transporte escolar para os adolescente do High School (segundo grau). O motivo continuaria o mesmo, o corte nos gastos para gerar mais recursos para investimento na educação. O projeto ainda está sendo estudado.

No entanto, todos os cortes ainda não serão necessários para suprir a demanda do setor. A maior parte do dinheiro vem dos impostos sobre imóveis, as taxas pagas pelos proprietários de casas no condado de Broward.

Para garantir dinheiro suficiente para pagar os novos professores, Broward está aumentando o imposto (conhecido no Brasil como IPTU) em 1.5%. O valor equivale a $3.80 para um imóvel no valor de $125 mil.

Para o ano letivo 2012-2013, a receita para as escolas públicas será de $1.6 bilhão, mas o conselho já avisou que o valor não é suficiente para resolver todos os problemas do setor. O governo estadual ajudou apenas com $22 milhões de aumento para o setor.