Escudo antimíssil dos EUA é ´desperdício colossal´, diz Clinton

0
521

Sistema criaria problemas desnecessários com a Rússia, além de gastar verba

O ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton lançou dúvidas nesta sexta-feira, 29, sobre a eficácia de um escudo antimísseis norte-americano, classificando-o como um “colossal desperdício de dinheiro”.

Clinton disse que o sistema de defesa, que deve ser instalado entre a Polônia e a República Checa, criou dificuldades desnecessárias com a Rússia, que alega que o plano é uma tentativa de minar suas capacidades de defesa.

“Meus argumentos podem estar errados, mas minha impressão é que estamos criando uma crise quando não é necessário”, disse Clinton em uma coletiva de imprensa, no resort ucraniano de Yalta, sobre o relacionamento da Europa com o antigo Estado soviético.

“Eu não acho que o sistema antimíssil é confiável o suficiente para criar impacto.”

Ele sugeriu que é mais lógico voltar ao projeto do ex-presidente Ronald Reagan dos anos 1980, o abandonado “star wars”, para conter sistemas de mísseis inimigos.

“Reagan queria que a Rússia tivesse, queria que todos tivessem”, disse Clinton na conferência. “A menos que eles trabalhem melhor do que eu espero, é um colossal desperdício de dinheiro.”

Os EUA dizem que o sistema tem a intenção de defender o país contra mísseis lançados por países considerados inimigos, como o Irã ou a Coréia do Norte.