EUA: Contrabandista se declara culpado de morte de imigrante

0
609

Coiote aguarda agora a sentença que deve ser emitido em setembro

DA REDAÇÃO COM AP — Um mexicano se declarou culpado de ser guia de imigrantes que entram de maneira ilegal no país e pela morte de um deles no ano passado no sul do Arizona, informaram as autoridades.

Hiliberto Jiménez Palacios, de 51 anos, se declarou culpado de transportar um imigrante não autorizado.

A corte emitirá sua sentença em 21 de setembro.

Um investigador em Tucson apresentou as acusações contra Jiménez em julho do ano passado.

Os promtores de Justiça disseram que Jiménez guiou cinco imigrantes pela fronteira do Arizona e pelo deserto no final de junho de 2011. Mas o grupo não tinha abastecimento suficiente de água e alimento para o trajeto que exigiria vários dias de caminhada a altas temperaturas.

Uma mulher que estava no grupo mostrou sinais de desidratação e faleceu no segundo dia do percurso.

No final, Jiménez deu instruções ao resto do grupo para que eles mesmos se entregassem às autoridades ao lado de uma rodovia.