EUA financiam pesquisa para criar tecido cerebral em laboratório

0
715

Uma vez implantado, esse tecido deverá funcionar como uma fonte de novas células, que continuarão a se desenvolver e diferenciar

Os Institutos Nacionais de Saúde (NIH), do governo dos Estados Unidos, decidiu conceder uma dotação de três anos e US$ 2,9 milhões a uma iniciativa internacional, encabeçada por duas instituições americanas, de pesquisa em regeneração neurovascular, que tentará usar células-tronco para produzir tecido cerebral em laboratório.

Espera-se que o novo tecido tenha seu próprio suprimento de sangue, para permitir que seja colocado no cérebro danificado de pacientes derrame.

Uma vez implantado, esse tecido deverá funcionar como uma fonte de novas células, que continuarão a se desenvolver e diferenciar, reparando o tecido perdido.

A nova dotação, chamada Programa de Dotações Quantum, foi criada para dar apoio ao desenvolvimento de novas tecnologias biomédicas. Além das instituições americanas Baylor College of Medicine (BCM) e Rice University, tomam parte do Instituto Nacional de Pesquisas Médicas de Londres e o King´s College London.