EUA se preparam para mais uma temporada de furacões

0
650

Expectativa é de período de média atividade, mas fenômeno exige providências

Dentro de uma semana será aberta a temporada de furacões nos Estados Unidos. Isso significa que para nós, moradores da Flórida, começa uma fase de atenção total voltada para os serviços de meteorologia. Especialistas já previram que será um período de intensidade média e anunciaram que a temporada terá 12 tempestades (named storms), com seis furacões, sendo que apenas dois deles de grande intensidade (categoria 3 ou mais). Por isso, todo cuidado é pouco e, como nos anos anteriores, nunca é demais adotar certas providências para que o fenômeno não cause grandes estragos.

A temporada, que oficialmente vai de 1º de junho a 30 de novembro, também está mobilizando as autoridades federais. A secretária de Segurança Nacional dos Estados Unidos (DHS), Janet Napolitano, fez um alerta a governadores do país – especialmente os daqueles estados que costumam ser atingidos pelas tempestades de verão – sobre os preparativos. Craig Fugate, novo diretor da Agência Federal para a Gestão de Emergências, assumiu o posto recentemente e já apresentou planos de evacuação regional e de comunicações de emergência.

Infelizmente, talvez até pelas fracas temporadas passadas, a sociedade ainda não encara o problema com a seriedade que ele merece: mais de 50% das pessoas que vivem em áreas de risco na Costa do Atlântico não se sentem vulneráveis aos furacões e sequer planejam rotas de escape ou estocam kits de sobrevivência.

Para os brasileiros, o Consulado de Miami já disponibilizou em seu site (www.brazilmiami.org) um vasto material em português, com recomendações e serviços disponíveis. E, por curiosidade, aí vão os nomes dos furacões e tempestades desta temporada: Ana, Bill, Claudette, Danny, Erika, Fred, Grace, Henri, Ida, Joaquin, Kate, Larry, Mindy, Nicholas, Odette, Peter, Rose, Sam, Teresa,Victor e Wanda.

Dicas importantes para enfrentar um eventual furacão:

– Fique atento às informações sobre a meteorologia
– Guarde um dinheiro para emergências
– Se você é proprietário, nunca saia sem a apólice do seguro ou documentos importantes
– Planeje com antecedência uma rota de fuga e mantenha o carro com tanque de combustível cheio
– Jamais saia por áreas inundadas
– Prepare um kit de primeiros-socorros e com remédios
– Armazene alimentos não-perecíveis e galões de água
– Ao deixar a residência, não esqueça de desplugar todos os aparelhos elétricos
-Não esqueça de manter seu carro com o tanque cheio de combustível
– Proteja seu imóvel com shutters ou placas de Madeira.
– Retire latas de lixo e outros objetos da rua

Nelson Chaves, que tem mais de 10 anos de experiência no ramo, aconselha a comunidade a não deixar para a última hora as providências para preservar o patrimônio. Segundo ele, muitos brasileiros acreditam que jamais serão atingidos por esta fatalidade e não se preocupam em proteger a casa: “Há opções para todos os bolsos”, garante ele, que é proprietário da Star Construction Group, que comercializa shutters e placas contra furacões.