Ex-lutador brasileiro é absolvido da acusação de tentativa de homicídio

0
744

Ex-Marine e lutador de jiu-jitsu, Fernando Rodrigues foi julgado inocente por júri popular na Flórida

DA REDAÇÃO, COM SUN-SENTINEL – Um tribunal da Flórida julgou inocente um ex-lutador de artes marciais brasileiro, Fernando Rodrigues, que havia sido preso no ano passado depois de um desentendimento no trânsito em Coral Springs.

Fernando, de 32 anos, ex-Marine e praticante de jiu-jitsu, alegou durante o julgamento que agiu em legítima defesa quando dominou dois indivíduos em março de 2012.

Rodrigues poderia pegar pelo menos dez anos de cadeia se tivesse sido condenado. O júri de seis pessoas levou pouco mais de uma hora para chegar ao veredicto

O incidente foi numa parte movimentada da North State Road 7 (441), em Coral Springs. Os dois homens, Michael Caccavella e Juan Uribe, trabalhadores do ramo de piscinas, disseram ao jornal ‘Sun-Sentinel’ no ano passado que Fernando teria buzinado atrás deles depois que eles não arrancaram imediatamente com o carro após o sinal verde. Caccavella disse que Fernando então os seguiu até que os dois carros pararam no acostamento.

Depois de uma troca de insultos, Fernando teria agredido Caccavella e Uribe a coronhadas. A polícia foi chamada e, embora os três homens tivessem sido algemados, só Fernando foi preso, sob a acusação de tentativa de homicídio com arma letal, no caso as próprias mãos.

O advogado de Fernando disse que seu cliente estava apenas tentando anotar o número da carteira de motorista do outro quando foi ameaçado com uma arma e reagiu.

“Ele sabia como reagir. Poderia tê-los matado, mas tudo que ele queria era manter a situação até a chegada da polícia”, disse disse David O. Markus, advogado de Fernando.