Família de BB King pede que polícia investigue a morte do músico

0
815

A morte do rei do blues B.B. King no dia 14 de maio virou caso de polícia. Duas filhas dele acusaram a empresária do cantor de envenená-lo.

A acusação vem das filhas de B.B King, Patty King e Katty Williams. Elas acusam a empresária do músico Laverne Toney e o assistente pessoal Myron Johnson, de dar a B.B King substâncias que provocaram a morte dele.

B.B King sofria de diabetes e morreu no dia 14 de maio, em casa, em Las Vegas. As filhas dizem que uma semana antes a família foi proibida de fazer visitas, mas o legista disse que os exames preliminares descartam a hipótese de envenenamento.

Depois da acusação das filhas, a polícia passou a investigar a suspeita de homicídio e o laudo final sobre a morte só deve sair dentro de oito semanas.

B.B King teve 15 filhos e meses atrás, parte da família já tinha acusado a empresária de maus tratos. Ela, que administra o patrimônio milionário de B.B King, foi inocentada por um juiz. Nesta sexta-feira (27) , duas semanas depois de morrer, B.B King vai ser velado em público num museu do Mississipi.